"Mãe, tem formiga no suco" "Bebe, que é bom pras vistas".

(Fonte: virando-suaprincesa, via nadaseidoamor)

"A gente liga pro povo, fala que tá namorando, e casa semana que vem."

- Jorge e Matheus. (via sem-sofrer)

(Fonte: quase-duque, via a-f-l-o-r-ar)

Ele não é o cara mais bonito do mundo, não mesmo, mas beleza não faz falta, porque pra mim isso é o que menos importa. Ele sabe ser homem, sabe me arrepiar com um toque, e isso me fascina. Ele não é um príncipe encantado que fugiu dos livros, nem tem um cavalo branco nomeado de trovão. Ele não tem olhos claros, nem cabelo super liso. Mas acredite ele é quase-perfeito. Acredite, ele vale à pena. Ele faz por mim o que homem nenhum fez em todo esse tempo. Ele me faz um bem que nenhum homem musculoso foi capaz de fazer. Ele me encanta. Cheio de defeitos que se transformam em qualidades diante da beleza que ele não tem, mas que eu vejo o tempo todo. Ninguém entenderia. Ele é tudo que eu nunca imaginei ter, e mais. Então beleza não importa, dinheiro não importa. O caráter dele tem falado mais alto. Ele me abraça e é como se meu mundo inteiro estivesse seguro. Ele me acalma, e uma paz reina dentro de mim. Um beijo dele me deixa louca. Ele me ama, e todos os dias faz questão de resaltar. Como em um filme, duas pessoas perdidas e frustadas, desencantadas da vida, e desacreditando no amor, se encontram e formam um casal apaixonado. E viram duas pessoas que se respeitam, que se gostam, que se entendem, que se complentam, e que se amam. Amor repentino, que não dói, que não mata, e que me cura